Publicado 18 de Dezembro de 2020 - 8h45

Por Maria Teresa Costa

Os vereadores Luiz Cirilo (PSDB) e Luiz Rossini (PV), ambos candidatos à presidência da Câmara, fizeram um acordo para tentarem se viabilizar entre o grupo de parlamentares que ainda não definiram em quem votarão. Quem se mostrar mais viável, abre mão da disputa. Cirilo afirma que tem sete votos até agora e Rossini, quatro. Outro candidato, Zé Carlos (PSB), tem nove e a vereadora mais votada em novembro, Mariana Conti (PSOL), lançou sua candidatura na quarta-feira.

Constrangimento na sessão

Situação constrangedora ontem na sessão da Câmara, na votação do projeto do vereador Rodrigo da Farmadic (DEM), que prorroga até janeiro de 2022, o prazo para subdivisão de lotes na zona 1 da cidade. Na votação da legalidade, o presidente da Câmara, Marcos Bernardelli, ficou insistindo para que os vereadores deliberassem e ter os 17 votos necessários para a aprovação. Conseguiu, com o compromisso de Farmadic de retirar a proposta da pauta da votação de mérito.

Sessão

Desde o início da quarentena, as sessões da Câmara estão ocorrendo de forma remota, o que significa que os vereadores podem acompanhar de suas casas, escritórios ou onde quiserem. Mas são poucos que prestam atenção no que está em discussão. A maioria fica no celular conversando.

Vacina

Projeto da vereadora Mariana Conti (PSOL), que autorizava a Prefeitura a comprar vacinas com eficácia comprovada contra a Covid-19, aprovadas pela Anvisa, mas não fornecidas pelo Programa Nacional de Imunização, nem chegou a ser votado ontem. Foi arquivado na Comissão de Constituição e Legalidade (Constleg).

Inócuo

Segundo Luiz Cirilo (PSDB), presidente da Constleg, o projeto é inócuo, porque o prefeito não precisa de autorização legislativa para comprar vacinas. Além disso, segundo ele, é inconstitucional porque esse tipo de projeto é de competência do Executivo. O projeto da vereadora era autorizativo.

Diplomas

A Justiça Eleitoral de Campinas disponibilizará a partir de hoje os diplomas do prefeito, vice e vereadores eleitos. Sem cerimônia de diplomação, sem fotos ao lado do juiz eleitoral. Por decisão do juiz da 33ª Zona Eleitoral, Fabio Varlese Hillal, eles poderão obter o documento de forma on-line, em um endereço eletrônico enviado a eles.

Jantar

O prefeito Jonas Donizette (PSB) tem conversado bastante com o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) nos últimos dias. Na quarta-feira, se reuniram em um jantar. Jonas disse que ele o cumprimentou pela vitória e ficaram de voltar a conversar no começo do ano. Discussões sobre o futuro de Jonas, que encerra o mandato dia 31.

Aulas

O governador João Doria anunciou ontem que manterá o retorno gradual às aulas presenciais para o ano letivo de 2021. O decreto que autoriza a retomada das aulas em todas as fases do Plano São Paulo de flexivibilização e regulamenta as regras será publicado hoje.

Venda de bebidas

A venda de bebidas alcoólicas pelo comércio à noite volta a ser proibida após 20h, por decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, que derrubou liminar que havia concedido há três dias a pedido da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel) e que liberou a venda de bebidas após esse horário. Com isso, o decreto do governo do Estado volta a ter validade e a venda será proibida depois das 20h, em todas as cidades paulistas, mesmo se o cliente fizer o pedido para viagem. Prefeitura de Campinas seguirá a decisão.

Escrito por:

Maria Teresa Costa