Publicado 18 de Dezembro de 2020 - 12h09

Por Das Agências

Prefeito diz que vacinação não será obrigatória

Cedoc/RAC

Prefeito diz que vacinação não será obrigatória

O prefeito Jonas Donizette (PSB) disse anteontem, em um vídeo gravado em suas redes sociais, que Campinas não vai obrigar as pessoas a tomarem vacina contra a Covid-19. O prefeito explicou que não pode obrigar ninguém a se imunizar, porque isso, segundo ele, fere o direito individual de escolha das pessoas. Apesar disso, destacou que o município vai fazer uma alta recomendação para que a população procure a vacinação. "A boa notícia é que Campinas já está preparada (para receber as doses), com câmaras frias e com toda parte de seringas e agulhas. Já deixamos tudo preparado", comentou.

A maioria no Supremo Tribunal Federal (STF) votou a favor da ampla possibilidade de obrigatoriedade da vacinação contra Covid-19, que poderá ser implementada por União, Estados ou municípios por meio de medidas indiretas, como proibir pessoas não imunizadas de frequentar certos lugares ou exercer determinadas atividades.

Até o fim da tarde de ontem, votaram nesse sentido os ministros Ricardo Lewandowski, Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Rosa Weber e Dias Toffoli. Essa posição representa uma derrota para Jair Bolsonaro, que tem defendido que a vacina seja facultativa e que apenas a União poderia fixar a obrigatoriedade.

Escrito por:

Das Agências