Publicado 17 de Dezembro de 2020 - 18h06

Por Alenita Ramirez

Um homem invadiu a recepção do Pronto Socorro (PS) do Hospital Ouro Verde e ameaçou coloca fogo no local

Matheus Pereira/AAN

Um homem invadiu a recepção do Pronto Socorro (PS) do Hospital Ouro Verde e ameaçou coloca fogo no local

Um homem invadiu a recepção do Pronto Socorro (PS) do Hospital Ouro Verde, em Campinas, no começo da tarde desta quinta-feira, e ameaçou colocar fogo no local. Ele foi detido por seguranças da unidade e sedado. O suspeito já havia espalhado gasolina no ambiente e gerou pânico nos cerca de 30 pacientes que estavam no PS. Segundo a polícia, o homem tem problemas psiquiátricos e disse que queria “levar algumas pessoas para o céu”.

O ataque foi por volta das 14h30. O homem teria entrado na recepção com um galão de gasolina e em seguida espalhou o combustível no local. Os pacientes que aguardavam no ambiente correram assustados. “Os seguranças que estavam no local o contiveram e nos chamaram. Estávamos acabando de atender uma ocorrência lá perto do hospital e fomos ver”, contou o cabo da Polícia Militar (PM), Anderson Luiz Santos Morato.

Por ser patrimônio público, a Guarda Municipal (GM) foi acionada, mas a assessoria de imprensa da corporação informou que a quando a equipe chegou no local, a PM já tinha resolvido a situação.

Em nota, o Hospital Ouro Verde informou que o paciente foi acolhido, medicado e seguui em observação. A unidade hospitalar também disse que o paciente jogou gasolina no chão, mas não tinha nenhum instrumento que produzisse fogo. “O local foi limpo e o atendimento não foi prejudicado. Ninguém ficou ferido”, frisou destacando que o hospital nega a versão que ele tentou atear fogo.

Escrito por:

Alenita Ramirez