Publicado 19 de Dezembro de 2020 - 20h47

Por AFP

Pelé parabenizou Messi pelo Instagram neste sábado depois que o argentino igualou um recorde do brasileiro: o 643º gol em partidas oficiais pelo Barcelona, mesmo número de gols marcados por Pelé com a camisa do Santos.

"Assim como você, eu sei o que é amar usar a mesma camisa todos os dias. Assim como você, sei que não existe nada melhor que o lugar que a gente se sente em casa. Parabéns pelo seu recorde histórico, Lionel", disse o Rei do futebol.

"Mas acima de tudo, parabéns pela sua linda carreira no Barcelona. Histórias como a nossa, de amor ao mesmo clube por tanto tempo, infelizmente serão cada vez mais raras no futebol. Eu te admiro muito, Messi", concluiu.

Pelé detém outros recordes que ainda estão ao alcance do astro argentino, mas também do seu eterno rival português, Cristiano Ronaldo, que não almeja a marca de gols pelo mesmo clube já que vestiu as cores de quatro times na sua fase profissional.

Com entre 757 e 767 gols marcados em jogos oficiais ao longo de sua carreira, segundo fontes diversas, a lenda do futebol brasileiro ainda supera Messi (714) e CR7 (756) no total de gols na carreira, levando em consideração também os que foram marcados pelas seleções.

Mas na contagem de Pelé são mais de mil gols marcados, contando todos os jogos disputados, oficiais ou não.

Levando em conta apenas as partidas oficiais, o brasileiro aparece atrás do atacante austríaco e tchecoslovaco Josef Bican, que teria marcado 805.

No dia 1º de julho, Messi atingiu uma marca histórica, no empate em 2 a 2 com o Atlético de Madrid, na 33ª rodada da Liga 2019-2020: o 700º gol da sua carreira profissional, levando em consideração os marcados com o seu clube e com a seleção nacional.

Mais de quinze anos se passaram desde que o argentino abriu a conta com a camisa do Barça. O primeiro gol foi no dia 1º de maio de 2005, contra o Albacete (vitória por 2 a 0) no Campeonato Espanhol.

Pelé continua sendo o artilheiro de todas as seleções sul-americanas, com 77 gols pelo Brasil, seis a mais do que os 71 que Messi marcou pela Argentina.

pve/jed/bvo/dr/iga/aam

Escrito por:

AFP