Publicado 19 de Dezembro de 2020 - 20h27

Por AFP

A Juventus de Turim venceu com tranquilidade o Parma (4-0) neste sábado, pela 13ª rodada da Serie A, com dois gols de Cristiano Ronaldo que levaram o astro português à liderar a artilharia do campeonato com 12 gols.

CR7 aproveitou a sua impulsão para marcar o segundo gol da equipe de Turim, aos 26 minutos, após um cruzamento do espanhol Álvaro Morata, e mais tarde marcou com um chute cruzado de pé esquerdo com pouco ângulo (48) fazendo 3-0, e acabando com as últimas esperanças do Parma.

Morata concluiu a goleada dos "Bianconeri" com um gol de cabeça na reta final (86), minutos após a substituição de Ronaldo.

"Ele ficou irritado depois do pênalti perdido contra o Atalanta na quarta-feira. Felizmente ele teve alguns dias para se refazer e mostrar que queria marcar", elogiou seu técnico Andrea Pirlo, para quem "era preciso recuperar alguns pontos perdidos, fizemos da melhor forma possível.

A Juventus ficou provisoriamente em terceiro lugar, empatada com a Inter de Milão (2ª) e a apenas um ponto do líder Milan, que visita o Sassuolo (6º) no domingo.

Os outros dois protagonistas do confronto foram dois ex-jogadores do Parma: o sueco Dejan Kulusevski, que marcou o primeiro gol aos 23 minutos e não comemorou e o incansável goleiro Gianluigi Buffon, impecável nas tentativas do Parma, poucas semanas após o 25º aniversário de sua primeira partida na Serie A, em novembro de 1995.

"Quando volto a Parma, não consigo evitar, sempre sinto saudade. Passei dez anos inesquecíveis aqui", admitiu o veterano ao deixar o campo.

Mais cedo a Fiorentina (17ª) continuou parada na parte de baixo da tabela do Campeonato Italiano com um novo empate em casa com o Verona (7º) em 1 a 1.

Este jogo nervoso e fechado se resumiu a pênaltis, marcados pela arbitragem no início da partida. O Verona converteu o seu primeiro, por meio de Miguel Veloso aos 8 minutos depois de mais de cinco minutos de consulta ao VAR. A "Viola" empatou com Dusan Vlahovic, também cobrando uma penalidade máxima, aos 19.

Este empate não foi bom para o time do veterano francês Franck Ribéry, que ficou na 17ª posição na tabela e há quase dois meses não vence uma partida no campeonato, totalizando oito jogos consecutivos.

A mudança no banco, com Cesare Prandelli reassumindo no dia 9 de novembro, não reverteu essa tendência. O treinador do auge da Fiorentina (entre 2005 e 2010) ainda espera a primeira vitória na Serie A depois de seis partidas (3 empates e 3 derrotas). Seu único triunfo aconteceu na Copa da Itália em 25 de novembro contra a Udinese (1-0).

Felizmente para as duas equipes, seus rivais que também lutam para fugir do rebaixamento também não estão vencendo. O lanterna Crotone, que tem apenas seis pontos e está cinco atrás da Fiorentina, perdeu por 3 a 1 para a Sampdoria (10º) fora de casa.

Escrito por:

AFP