Publicado 19 de Dezembro de 2020 - 14h27

Por AFP

O Sudão enviou "importantes reforços militares" na fronteira com a Etiópia, dias depois que o Exército e milícias etíopes fizeram uma emboscada para soldados sudaneses, indicou a agência oficial Suna neste sábado (19).

"As forças armadas sudanesas continuaram avançando nas linhas de frente no interior de Al-Fashaqa", no Sudão, afirmou a agência sudanesa, destacando que foram enviados importantes reforços ao longo da fronteira nessa região, eminentemente agrícola.

Nessa região, geralmente há incidentes com agricultores etíopes que cultivam no território, reivindicado pelo Sudão.

O chefe do exército sudanês, o general Abdel Fatah Al-Burhan, que também preside a máxima instância executiva do país, realizou uma visita de três dias na área, onde o exército registrou quatro baixas --incluindo a de um oficial-- e 27 feridos, segundo a mídia sudana.

ab/sk/bfi/jvb/eg/aa

Escrito por:

AFP