Publicado 19 de Dezembro de 2020 - 9h59

Por AFP

Os habitantes de várias áreas da cidade de Sydney, a mais populosa da Austrália, respeitam a partir deste sábado (19) um confinamento, para controlar um surto de covid-19 que as autoridades esperam conter antes das festas de Natal.

Até agora, 38 pessoas deram positivo para o coronavírus nos últimos dias na cidade, nas regiões praianas do norte, onde centenas de milhares de habitantes terão que permanecer em suas casas pelo menos até quarta-feira. As praias, os bares e hotéis fecharão suas portas e só serão permitidos os deslocamentos urgentes e necessários.

"Confiamos que isso nos dará o tempo suficiente para controlar o surto e flexibilizar para o Natal e fim de ano", disse Gladys Berejiklian, primeira-ministra do estado de Nova Gales do Sul, do qual Sydney é capital.

Embora as restrições afetem somente as áreas das praias do norte da cidade, a responsável pediu aos mais de cinco milhões de habitantes da cidade para permanecer em suas casas.

A Austrália, com 25 milhões de habitantes, registra 28.000 casos e 908 mortes por covid-19 desde o surgimento da pandemia.

al/jah/bl/mis/aa

Escrito por:

AFP