Publicado 19 de Dezembro de 2020 - 9h07

Por AFP

Os três principais grupos armados da República Centro-Africana anunciaram neste sábado (19) sua fusão após uma ofensiva encaminhada para perturbar as eleições presidenciais e legislativas de 27 de dezembro nesse país.

Em um comunicado emitido neste sábado, os grupos armados declararam que "se fusionaram em uma só entidade, denominada Coalizão de Patriotas pela Mudança (CPC), sob uma gestão unificada".

Além disso, pediram a "todos os demais grupos armados para aderir" à sua coalizão.

Também pedem aos seus membros para "fraternizar" com os soldados das forças regulares que desejam unir-se a eles, para "respeitar escrupulosamente a integridade das populações civis" e "permitir a passagem livre dos veículos" das Nações Unidas e dos humanitários.

As autoridades centro-africanas ainda não reagiram ao anúncio, lançado a uma semana do primeiro turno das eleições presidenciais e legislativas.

cmt/dyg/sba/mab/mis/aa

Escrito por:

AFP