Publicado 18 de Dezembro de 2020 - 16h47

Por AFP

O presidente boliviano, Luis Arce, pediu nesta sexta-feira à população que não "baixe a guarda" frente à Covid-19, diante do medo de um novo surto, e destacou o uso da medicina ancestral para combater as infecções.

"Continuamos enfrentando a pandemia com possíveis novos surtos em muitos países e devemos estar atentos, não podemos baixar a guarda", declarou o governante, durante a abertura de uma reunião de indígenas na região de Cochabamba (centro).

A Bolívia registra desde março mais de 9 mil mortos e 148,6 mil infectados pelo novo coronavírus. Arce, que reivindica os conhecimentos dos povos nativos, assinalou: "Temos recorrido a essas ervas que nossos irmãos conheciam ancestralmente para poder combater a pandemia, e o temos feito de forma bem-sucedida entre as diferentes nacionalidades e povos da nossa América Latina."

Desde a notícia dos primeiros casos da doença no país, os setores indígenas têm usado diferentes produtos naturais, aos quais atribuem poderes curativos. Essa população usa plantas e árvores como o eucalipto como insumos antibacterianos e expectorantes que, segundo afirmam, ajudam a reforçar o sistema imunológico.

jac/dga/lb

Escrito por:

AFP