Publicado 18 de Dezembro de 2020 - 15h38

Por AFP

Recém-nascidos gêmeos siameses em hospital na capital do Iêmen, Sanaã.

Escrito por:

AFP