Publicado 18 de Dezembro de 2020 - 14h59

Por AFP

O presidente francês Emmanuel Macron, que deu positivo para a covid-19, anunciou nesta sexta-feira (18) em um vídeo que está "bem" e que continua trabalhando, mas reconheceu que "diminuiu o ritmo" de sua atividade.

Macron, que deixou o Palácio do Eliseu para se isolar em uma casa de descanso da Presidência francesa, gravou um vídeo de si mesmo com seu celular.

No vídeo de três minutos divulgado nas redes sociais, o presidente aparece com o rosto cansado.

O presidente francês diz que está com os mesmos sintomas que no dia anterior, "cansaço, dor de cabeça, tosse seca" e depois prometeu que irá informando dia após dia sobre a evolução de sua doença.

"Continuem sendo cuidadosos", pediu Macron aos franceses em seu vídeo. "Eu sou muito cuidadoso. Respeito os gestos de barreira, as distâncias, uso a máscara, uso álcool em gel com frequência. E ainda assim, me contagiei com o vírus, talvez em um momento de negligência, talvez por má sorte, mas é assim", acrescentou.

Macron teve uma agenda particularmente cheia nos últimos sete dias. Após uma cúpula europeia na semana passada, voltou a Paris e recebeu alguns líderes europeus na capital. Alguns deles tiveram que se isolar quando o presidente francês anunciou que havia dado positivo.

Na terça-feira, Macron recebeu outros responsáveis políticos, e na quarta teve um jantar com dezenas de membros de sua maioria parlamentar, o que gerou polêmica. Em todos os casos, o uso da máscara e a distância social foram rigorosos, mas não foi suficente.

"Dei positivo, o que comprova que o vírus, verdadeiramente, pode afetar qualquer um, porque eu estava muito protegido", reconheceu Macron.

leb/ib/fka/lpt/jz/jvb/aa

Escrito por:

AFP