Publicado 17 de Dezembro de 2020 - 21h57

Por AFP

O assessor sênior da Casa Branca do presidente eleito, Joe Biden, o congressista Cedric Richmond, testou positivo para covid-19 após "interações" ao ar livre com Biden, informou a equipe de transição nesta quinta-feira (17).

Richmond viajou de forma independente para o estado da Geórgia para fazer campanha com Biden, na terça-feira, pelos dois democratas que concorrem ao Senado em um segundo turno apertado contra senadores republicanos em exercício.

"As interações de Richmond com o presidente eleito aconteceram ao ar livre, foram usando máscara e totalizaram menos de 15 minutos consecutivos, o prazo do CDC para contato próximo", disse a porta-voz da transição Kate Bedingfield em comunicado, referindo-se às diretrizes estabelecidas pelo Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

Ela disse que o parlamentar, que atuará como diretor do Escritório de Engajamento Público da Casa Branca, "não manteve contato próximo, conforme definido pelo CDC, com o presidente eleito" ou com os candidatos democratas Jon Ossoff e Raphael Warnock. Biden, 78 anos, apresentou resultado negativo para covid-19 em teste nesta quinta-feira, afirmou sua equipe.

Richmond, 47 anos, desenvolveu sintomas na quarta-feira e fez um teste rápido, que deu positivo, de acordo com Bedingfield. Um segundo teste também deu positivo e Richmond entrou em quarentena de 14 dias.

Dezenas de pessoas na órbita do presidente Donald Trump contraíram o vírus, que causou pelo menos 310 mil mortes nos Estados Unidos. O mais recente a adoecer de covid-19 foi o secretário do Interior, David Bernhardt, que supostamente testou positivo na quarta-feira, antes de uma reunião de gabinete com Trump, à qual, por esse motivo, não compareceu.

mlm/bfm/ic/lb

Escrito por:

AFP