Publicado 17 de Dezembro de 2020 - 19h37

Por AFP

O governo da Irlanda do Norte decidiu nesta quinta-feira que estabelecerá um novo confinamento de seis semanas após o Natal, com o objetivo de combater o avanço da pandemia da covid-19 na província britânica.

Será o terceiro confinamento a que a população da Irlanda do Norte será submetida, depois dos decretados na primavera e no outono.

As novas restrições entrarão em vigor a partir de 26 de dezembro e serão revistas após quatro semanas, anunciou a vice-primeira-ministra, Michelle O"Neill, que destacou que a disseminação do vírus requer uma "intervenção urgente".

Com isso, lojas consideradas "não essenciais", bares e restaurantes irão fechar, embora possam vender refeições para viagem.

O bloqueio virá depois de um relaxamento das medidas por ocasião do Natal em todo o Reino Unido, enquanto os hospitais da Irlanda do Norte estão sobrecarregados com o aumento nos casos de covid-19.

Com mais de 66.000 mortes confirmadas, o Reino Unido é um dos países da Europa mais afetados pela pandemia.

spe/hba/jvb/am

Escrito por:

AFP