Publicado 17 de Dezembro de 2020 - 13h27

Por AFP

O presidente iraniano, Hasan Rohani, disse nesta quinta-feira (17) estar confiante em que o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, retomará seus compromissos no âmbito do acordo sobre o programa nuclear iraniano.

"Não tenho dúvida de que a perseverança do povo iraniano nos últimos três anos obrigará o novo governo americano a ceder e a voltar a assumir seus compromissos", declarou Rohani em comentários transmitidos pela televisão.

"As sanções serão então levantadas", acrescentou.

As relações entre Washington e Teerã são muito tensas desde a Revolução Islâmica de 1979, mas pioraram depois que o republicano Donald Trump chegou à Casa Branca.

Em maio de 2018, Trump decidiu retirar os Estados Unidos, unilateralmente, do acordo de Viena de 2015 sobre o programa nuclear iraniano, assinado com as principais potências e decidiu restabelecer sanções importantes contra Teerã.

Biden disse que é a favor da retomada das negociações diplomáticas com o Irã.

Na quarta-feira (16), porém, o guia supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, garantiu que a "inimizade" dos Estados Unidos com o Irã "não vai acabar" com a saída de Trump em 20 de janeiro.

Segundo Khamenei, o Irã deve ser fortalecer para "anular" os efeitos das sanções impostas pelo governo Trump.

Ontem, os signatários do acordo sobre o programa nuclear iraniano conversaram por videoconferência para tentar acalmar as tensões.

Representantes de China, França, Alemanha, Rússia, Reino Unido e Irã participaram e "discutiram as gestões para preservar o acordo e como garantir sua implementação plena e efetiva por todas as partes".

kam/hj/bfi/me/mb/tt

Escrito por:

AFP