Publicado 17 de Dezembro de 2020 - 7h41

Por Estadão Conteúdo

O governo da Coreia do Sul espera que a economia do país tenha forte recuperação em 2021, graças a exportações robustas e medidas de estímulos, depois de apresentar seu pior desempenho em mais de duas décadas em meio à pandemia do novo coronavírus.

Estima-se que o Produto Interno Bruto (PIB) da quarta maior economia asiática crescerá 3,2% no próximo ano, após se contrair 1,1% em 2020, segundo relatório semestral divulgado pelo Ministério de Economia sul-coreano nesta quinta-feira (17). A queda do PIB prevista para este ano seria o pior resultado desde a crise financeira da Ásia de 1997 e 1998.

Para a inflação, a projeção é que a taxa acelere de 0,5% este ano para 1,1% em 2021, ficando abaixo da meta do banco central do país, de 2%. O governo sul-coreano também prevê aumento nas exportações de 8,6% em 2021, após uma redução estimada em 6,2% em 2020. Fonte: Dow Jones Newswires.

Escrito por:

Estadão Conteúdo