Publicado 16 de Dezembro de 2020 - 18h07

Por AFP

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, celebrou nesta quarta-feira (16) estar formando um governo de "quebradores de barreiras" ao nomear como secretário do Transporte Pete Buttigieg, o primeiro integrante assumidamente gay de um gabinete presidencial na história do país.

Joe Biden, que substituirá Donald Trump a partir de 20 de janeiro, lembrou que Bill Clinton designou a primeira mulher para chefiar a diplomacia dos EUA (Madeleine Albright), enquanto Barack Obama nomeou o primeiro afro-americano à frente do Departamento de Justiça (Eric Holder).

"Mas em comparação com todos os antecessores, a equipe Biden/Harris se distingue por todas as primeiras vezes que representa", ressaltou.

"Temos um gabinete de quebradores de barreiras, um gabinete de pioneiros", enfatizou Biden de seu reduto político em Wilmington, Delaware, destacando as oito "nomeações sem precedentes" que ele já fez.

"E hoje, o nono, o primeiro nomeado abertamente homossexual para chefiar um Departamento", acrescentou ele, que também apontou que Buttigieg, de 38 anos, também será um dos secretários mais jovens da história americana.

"O governo Biden/Harris se parecerá com os Estados Unidos", declarou o presidente eleito de 78 anos.

Kamala Harris se tornará a primeira mulher a assumir a vice-presidência da principal potência mundial. E, se confirmado pelo Senado, o general aposentado Lloyd Austin será o primeiro homem negro a comandar o Pentágono.

Além disso, Katherine Tai, uma advogada especializada em questões de livre comércio, será a primeira americana de origem asiática no influente posto de representante comercial dos Estados Unidos (USTR) e Janet Yellen, a primeira mulher a liderar o Departamento do Tesouro.

jca/cjc/rs/mps/ic/mvv

Escrito por:

AFP