Publicado 16 de Dezembro de 2020 - 16h19

Por Estadão Conteúdo

O secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, avaliou nesta quarta-feira, 16, que o Brasil deve avaliar a sugestão da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre a junção do FGTS com o seguro-desemprego para a formação uma rede de proteção a todos os trabalhadores, e não apenas os informais. A sugestão faz parte do Relatório Econômico de 2020 da entidade sobre o Brasil.

"Faz sentido olhar todos os programas que temos e sua eficiência. Já estamos fazendo isso e vamos levar em consideração a sugestão da OCDE. É uma boa recomendação", considerou Funchal, no evento de lançamento do documento.

O secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Pacheco dos Guaranys, acrescentou que a avaliação da eficiência dos atuais programas é uma agenda permanente da pasta, mas lembrou que alterações nos benefícios existentes dependem fundamentalmente de decisões políticas.

Escrito por:

Estadão Conteúdo