Publicado 16 de Dezembro de 2020 - 15h17

Por AFP

O meia espanhol Andrés Iniesta, que atua no Vissel Kobe, foi operado nesta quarta-feira de uma ruptura em um tendão da coxa direita, ocorrida nas quartas de final da Liga dos Campeões da Ásia, e ficará afastado por quatro meses, anunciou o clube japonês.

Na semana passada "rompi o músculo femoral da perna direita. Após vários exames e consultas com a equipe médica, avaliamos que a melhor opção era operar e assim ter mais segurança na recuperação", declarou Iniesta no comunicado emitido pelo Vissel Kobe.

"A operação foi um sucesso e me sinto muito bem", destacou o jogado, operado em Barcelona na terça-feira.

"O meu objetivo é poder voltar o mais rápido possível para desfrutar do que mais gosto. Por isso, toda a minha energia já está posta na recuperação e no trabalho que tenho pela frente", acrescentou.

O tempo de afastamento dos campos "está estimado em cerca de quatro meses", informou o time do japão, para o qual Iniesta se transferiu em 2018 após deixar o Barcelona.

O meia espanhol sofreu a lesão no dia 10 de dezembro nas quartas de final da Liga dos Campeões da Ásia contra o sul-coreano Suwon Samsung.

Segundo a imprensa espanhola, Iniesta havia sentido um desconforto na partida das oitavas contra o chinês Shanghai SIPG (vitória por 2 a 0), mas nas quartas entrou em campo na prorrogação e marcou na disputa de pênaltis, antes de sair lesionado.

O Vissel Kobe acabou sendo eliminado nas semifinais, ao perder por 2 a 1 na prorrogação para o último o coreano Ulsan Hyundai, no último domingo.

gr/psr/lca

HYUNDAI MOTOR

SAMSUNG ELECTRONICS

Escrito por:

AFP