Publicado 16 de Novembro de 2020 - 19h05

Quem gosta de música de qualidade tem bons motivos para sair da poltrona neste sábado. O multiartista Arto Lindsay, nascido nos Estados Unidos e com raízes brasileiras, apresenta no Sesc Campinas o espetáculo Cuidado Madame, baseado em seu álbum homônimo, o mais recente de sua discografia. Já no Esquina do Jazz Campinas, na Battataria Suiça, em Barão Geraldo, o palco é ocupado pelo quarteto formado por Aika Shimada (saxofone), Fábio Leal (guitarra), Jackson Silva (baixo) e Paulinho Alves (bateria) tocando standards de música brasileira & jazz.

Compositor, produtor e performer, Lindasy gravou doze discos solo e produziu outros tantos de Caetano Veloso, Marisa Monte, Gal Costa, Laurie Anderson, David Byrne, Ilê Aiyê, entre outros. Em Cuidado Madame, as 11 faixas inéditas, entres as quais Grain by Grain, Em Seu Pai e Pele de Perto, escrita em parceria com a cantora e compositora Marisa Monte, mesclam a sonoridade versátil do artista. “O disco foi composto e gravado entre o Rio de Janeiro e Nova York. O impulso original do álbum veio da ideia de colocar juntos toques de candomblé e elementos da música gospel norte-americana. Como em tantos outros sentidos, as culturas musicais desses dois países são tão diferentes e tão parecidas. E suas histórias também. Gravei os atabaques aqui no Brasil. Em Nova York, compomos as canções usando os atabaques como base”, conta o artista.

Cuidado Madame já foi apresentado no Japão, na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, além de Arto Lindasy (guitarra e voz), o show conta com a participação de Melvin Gibbs (baixo), Paul Wilson (teclados), Marivaldo Paim (percussão) e Kassa Overall (bateria), parceiros de longa data e artistas conhecidos no cenário internacional.

A diversidade cultural do artista está presente também no nome do CD. “Quando acabamos de gravar o disco senti que ainda precisava aproximá-lo da nossa situação atual. Tomei o nome Cuidado Madame emprestado de um filme do cineasta brasileiro Júlio Bressane, feito em 1970, mas nunca lançado. Nesse filme, uma empregada alegre e com bastante graça mata uma sequência de madames”, explica.

Battataria

A Battataria é um espaço que tem se destacado na programação musical por suas noites dedicadas ao jazz - às segundas, sextas e sábados. O show com o quarteto, idealizado pelo baterista Paulinho Alves, busca resgatar o clima musical de encontros com grandes músicos do cenário instrumental, como ocorriam na pizzaria Santa Fé, nos idos dos anos 90/2000. Paulinho Alves, que atualmente é professor da Faculdade de Música Souza Lima de São Paulo, morou por 12 anos em Campinas, frequentava as noites de jazz da Santa Fé e quis recriar o mesmo clima. Assim, convidou Fábio Leal, professor do Conservatório de Tatuí e grande nome da música instrumental brasileira que, por sua vez, se encarregou de chamar Aika Shimada e Jackson Silva para compor o quarteto e mostrarem standars de jazz e MPB.