Publicado 15 de Novembro de 2020 - 19h05

A Globo pode até resistir um pouco e dizer que existe igualdade de tratamento, mas a cada dia está mais difícil negar a prioridade oferecida a Walcyr Carrasco para escalar quem ele bem entender no elenco da sua nova novela, Dias Felizes.

Os próprios fatos são incontestáveis. Já chamou quem quis e continuará sendo assim até todos os papéis estarem preenchidos. Entre alguns dos vários feitos, o primeiro foi reunir Paolla Oliveira e Juliana Paes, mesmo em meio a um certo mal-estar que existia entre as duas. Depois se seguiram outros. José de Abreu antes escalado e com papel escolhido em Órfãos da Terra, da Duca Rachid e Thelma Guedes, agora vai fazer Dias Felizes — título de trabalho da substituta de O Sétimo Guardião.

Assim como Reinaldo Gianecchini, anunciado e confirmado em Bom Sucesso, mas que também teve seu destino alterado.

Nada contra. Apenas uma constatação dos superpoderes do Walcyr. Um autor que, porque erra pouco ou quase nunca erra, sempre recebe uma aposta muito forte em seus trabalhos.