Publicado 18 de Novembro de 2020 - 8h11

ig-carlo-carcani

AAn

ig-carlo-carcani

Depois de vencer o Flamengo duas vezes seguidas no Maracanã por 4 a 1 e 2 a 1, o São Paulo só precisa de um empate hoje à noite no Morumbi para avançar à semifinal da Copa do Brasil. Se perder por um gol de diferença, ainda terá a chance de levar a vaga nos pênaltis. Por fim, o Flamengo vem a São Paulo sem Gabigol, Pedro, Thiago Maia, Filipe Luís, Rodrigo Caio e, provavelmente, sem Everton Ribeiro e Isla também. Rogério Ceni perdeu um jogo e empatou o outro no comando do rubro-negro e ainda não conseguiu, como treinador, derrotar o time que defendeu durante toda sua carreira de atleta.

Todos esses fatores apontam para um favoritismo tricolor, mas eu não vejo nenhuma vantagem para o time de Fernando Diniz. Espero um jogo muito disputado, com chances iguais de sucesso para os dois lados.

O que me faz contestar esse favoritismo aparentemente indiscutível do São Paulo é que o desfecho das partidas em que conquistou suas expressivas vitórias no Rio de Janeiro poderia ter sido completamente diferente.

No primeiro confronto, pelo Brasileirão, o São Paulo fez uma grande atuação, mas o nome do jogo foi o seu goleiro. Thiago Volpi defendeu dois pênaltis e ainda viu uma bola bater na sua trave. Se qualquer uma dessas três chances claras tivesse sido convertida em gol, o cenário do confronto teria sido outro. No final, o São Paulo celebrou a goleada por 4 a 1 em uma de suas melhores atuações na temporada.

No jogo de ida da Copa do Brasil, o duelo foi parecido. O Flamengo foi muito superior e criou várias chances. Com um pouco de capricho nas finalizações, poderia ter encaminhado à classificação.

Mas a partida caminhava para o empate por 1 a 1 quando, no final, o jovem goleiro Neneca tentou driblar Brenner na pequena área e deu um gol para os paulistas. Uma falha em lance isolado deu a vitória ao time que foi dominado.

O desenho semelhante das duas partidas não tira o brilho das duas vitórias do São Paulo. Em casa, com o empate a seu favor e com a confiança em alta, as chances de classificação são muito boas. Mas o time não pode se deixar levar pelo que já fez no Rio. O Flamengo mudou de técnico recentemente e ainda não se reencontrou na temporada, mas tem um elenco de muita qualidade e um treinador que conhece o Tricolor como poucos.

São Paulo x Flamengo é o confronto mais esperado da rodada de hoje pelo tamanho dos dois clubes, pelos bons espetáculos que proporcionaram recentemente, pela sempre interessante presença de Ceni no Morumbi e, também, por sua imprevisibilidade.

Carlo Carcani é coordenador de Esportes da RAC.