Publicado 19 de Novembro de 2020 - 7h50

Por Maria Teresa Costa


Cedoc/RAC

Começa amanhã a propaganda eleitoral de rádio e TV dos candidatos que concorrem ao segundo turno das eleições. Serão dois blocos fixos de 10 minutos cada, divididos igualmente entre os dois candidatos. No rádio, das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10 e, na TV, das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), será a campanha para o segundo turno mais curta da história e as alterações ocorreram devido ao distanciamento social.

Os candidatos também terão 70 minutos diários divididos em propagandas de 30 e 60 segundos distribuídos pelas emissoras de rádio e TV.

Os que disputarão o segundo turno já não podem ser presos desde segunda-feira. Segundo o calendário eleitoral, até o dia 28 de novembro - sábado que antecede o dia de votação -, alto-falantes e carros de som podem voltar a circular. Também podem ocorrer carreatas, passeatas ou caminhadas, e está liberada a distribuição de material gráfico.

Já os comícios podem ser realizados até a quinta-feira que antecede o segundo turno, dia 26 de novembro. Os eventos deverão ocorrer entre as 8h e a meia-noite, podendo ser prorrogados por mais duas horas quando for o comício de encerramento da campanha.

A divulgação paga das propostas dos candidatos na imprensa escrita e na internet pode ocorrer até o dia 27 de novembro, sexta-feira antes das eleições. Cada candidato pode publicar até 10 anúncios por veículo, em datas diversas, no espaço máximo de um oitavo de página-padrão de jornal e um quarto de página de revista ou tabloide.

Na sexta-feira da próxima semana, dia 27, será o último dia da propaganda paga e último dia para realização de debate. Na véspera do pleito, candidatos ainda podem realizar carreatas, passeatas, caminhadas e distribuir material gráfico.

Escrito por:

Maria Teresa Costa