Publicado 18 de Novembro de 2020 - 11h57

Por Maria Teresa Costa

PT não apoiará nenhum candidato no 2º turno

Cedoc/RAC

PT não apoiará nenhum candidato no 2º turno

O Partido dos Trabalhadores (PT) de Campinas não apoiará nenhum dos candidatos a prefeito no segundo turno das eleições e será oposição a qualquer das candidaturas que vença em 29 de novembro. Para a Executiva do partido, que se reuniu na noite de ontem, as candidaturas de Dário Saadi (Republicanos) de Rafa Zimbaldi (PL) “são duas faces do mesmo projeto político conservador”.

Em nota, o PT afirma que a candidatura majoritária do partido, com Pedro Tourinho (PT) e Edilene Santana (PSOL), conquistou 96.905 votos (20,5%), apesar da abstenção recorde de 260.149 votos (30,84%). Esse resultado, segundo a legenda, “demonstrou que há um forte sentimento de mudança na cidade” e cumpriu “com dignidade e correção política a tarefa de representar um projeto político transformador para a cidade, e devem ser saudadas por toda a militância petista”. O partido observa que a coligação PT/PSOl e suas bancadas cresceram, com uma ampliação significativa da presença feminina e negra inédita no Legislativo municipal, com a eleição da Guida, Paolla Miguel e a reeleição de Mariana Conti, assim como de Cecílio e Paulo Búfalo. 

“Nossa campanha majoritária, corretamente, polarizou o debate político e denunciou o desmonte das políticas públicas, retirando direitos, pelos governos estadual e federal, assim como em Campinas”, diz a nota.

O partido afirma que seguirá atuando com base nas premissas programáticas “que orientarão os enfrentamentos contra o desmonte e a privatização dos serviços públicos em curso, e mobilizados por uma cidade para todas e todos”.

Escrito por:

Maria Teresa Costa