Publicado 17 de Novembro de 2020 - 16h34

Por Maria Teresa Costa


Divulgação

O PV, que concorreu no primeiro turno com Rogério Menezes a prefeito, decidiu apoiar a candidatura de Dário Saadi (Republicanos) na eleição de 29 de novembro. É o segundo partido a fechar com o republicano. Na noite de domingo, após a eleição, o PDT divulgou nota em apoio a ele. O PSTU já decidiu pregar voto nulo e os demais partidos ainda avaliam o caminho a seguir.

O PT vai se reunir a noite, e a tendência é a de não apoiar nem Dario e nem Rafa Zimbaldi. O vereador Pedro Tourinho, terceiro mais votado a prefeito no domingo, afirmou que, independente da decisão a ser tomada a noite, ele não apoiará nenhum porque as duas candidaturas são continuidade do governo Jonas e não vê a perspectiva de qualquer um delas estar comprometida com o que o programa de governo do PT apresentou para Campinas.

O PSOL ainda não deliberou, mas a tendência também é de não apoiar nenhum dos dois candidatos. Os vereadores eleitos, Mariana Conti e Paulo Búfalo, decidiram que não irão apoiar nenhum porque eles são continuidade do governo Jonas. “Embora eles tentem fazer diferenciação, fizeram parte e apoiaram o governo Jonas”, disse.

O PTB ainda vai decidir, mas Delegada Teresinha, que concorreu à prefeita, disse que fez um plano de governo com muito foco nas políticas públicas para mulheres. “É difícil implantar esse meu lado feminino em governos acostumados a se lembrar da mulher só em período eleitoral”, afirmou. O Patriota decidirá a noite, o Cidadania amanhã, enquanto PSD, PRTB e PMN seguem indefinidos.

Escrito por:

Maria Teresa Costa