Publicado 19 de Novembro de 2020 - 6h36

Por AFP

Os Estados Unidos vão considerar "antissemita" o movimento BDS (Boicote, Desinvestimento e Sanções), que deseja isolar Israel internacionalmente pelo tratamento dado aos palestinos - afirmou o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, nesta quinta-feira (19), em Jerusalém.

"A campanha global do BDS contra Israel será considerada antissemita (...) Queremos nos alinhar com outras nações que reconhecem o movimento do BDS pelo câncer que é", declarou Pompeo em entrevista coletiva com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

Pompeo anunciou ainda que viaja nesta quinta para a região das Colinas de Golã, território sírio ocupado por Israel desde 1967.

"Hoje (quinta-feira) terei a sorte de visitar as Colinas de Golã", disse Pompeo na coletiva de imprensa.

O governo dos Estados Unidos reconheceu em 2019 a soberania israelense sobre este território ocupado.

gl-fff/vl/bl/mar/tt

Escrito por:

AFP