Publicado 18 de Novembro de 2020 - 15h16

Por AFP

A Associação Uruguaia de Futebol (AUF) confirmou nesta quarta-feira que dois jogadores da seleção e cinco membros da delegação testaram positivo para a covid-19, um dia depois do jogo com o Brasil pela quarta rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022.

Os dois jogadores infectados são os atacantes Diego Rossi e Alexis Rolín, que ficaram no banco de reservas durante a partida disputada em Montevidéu, na qual a equipe brasileira venceu por 2 a 0.

De acordo com a AUF, os outros integrantes da comissão técnica contaminados com o coronavírus são o médico Alberto Pan, o preparador físico Jorge Rey, o cinesiologia Richard López, Emiliano Aguirre, da AUF TV, e Víctor Britez, do departamento de vestuário.

Antes do duelo com a seleção brasileira, os uruguaios já haviam anunciado outros três casos no time: o atacante Luís Suárez, o goleiro Rodrigo Muñoz e o lateral esquerdo Matías Viña, que atua no Palmeiras.

gv/ol/lca

Escrito por:

AFP