Publicado 17 de Novembro de 2020 - 7h46

Por AFP

A ONU advertiu nesta terça-feira para uma "crise humanitária em grande escala" na fronteira entre Sudão e Etiópia, país do qual milhares de pessoas fogem diariamente de uma operação militar em curso na região de Tigré.

Um porta-voz da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) afirmou que quase 4.000 pessoas atravessam diariamente a fronteira com o Sudão desde 10 de novembro, para um total de 27.000 refugiados até o momento.

vog/mar/zm/fp

Escrito por:

AFP