Publicado 17 de Novembro de 2020 - 6h25

Por AFP

O foguete europeu Vega que colocaria em órbita dois satélites europeus, a partir da base de Kourou registrou uma "anomalia" em sua trajetória oito minutos depois da decolagem, o que provocou o fracasso da missão, anunciou a Arianespace.

A "trajetória desviou", anunciaram as equipes que monitoravam a operação.

Vega, que havia decolado às 22H52 (Brasília) de Kourou, na Guiana Francesa, registrou uma "anomalia" e a "missão está perdida", confirmou Stéphane Israel, diretor executivo da Arianespace, empresa que opera os lançamentos.

"Oito minutos depois da decolagem da missão, imediatamente após a primeira ativação do motor na quarta fase, um desvio da trajetória foi constatado, o que provocou a perda da missão", afirmou a Arianespace em um comunicado.

"Os dados de telemetria estão sendo analisados para determinar as causas da falha", completou o grupo.

No segundo lançamento do ano, Vega transportava dois satélites de observação da Terra e dos fenômenos naturais, que seriam colocados em órbita a 700 quilômetros de altura em uma missão de 1 hora y 42 minutos.

mb/ahe/roc/af/dga/fp

Escrito por:

AFP