Publicado 08 de Outubro de 2020 - 16h16

Por Maria Teresa Costa

Segundo o denunciante, uma propaganda foi coloca no condomínio, informando que Dario estaria no Bloco 16 para realizar exame médico

Divulgação

Segundo o denunciante, uma propaganda foi coloca no condomínio, informando que Dario estaria no Bloco 16 para realizar exame médico

O empresário Rafael Bressane Alves, candidato a vereador pelo Avante, denunciou o candidato a prefeito Dário Saadi (Republicanos) ao Ministério Público Eleitoral por compra de votos e pediu a instauração de Procedimento Preparatório Eleitoral para apuração da denúncia. Segundo Bressane, Dário realizou, em 26 de setembro, exames médicos gratuitos no Condomínio Residencial Ouro Verde com o cadastramento das pessoas atendidas.

“Tratava-se de agenda de campanha, como amplamente destacado nas redes sociais do candidato a vereador apoiador de sua candidatura, Arnaldo Salvetti (MDB)”, informa, na denúncia. Para ele, os exames médicos, divulgados e oferecidos de forma gratuita por candidato registrado na véspera do início do período de propaganda eleitoral, teve o poder de influenciar o processo eleitoral, “haja vista a alta procura dos serviços em decorrência da gratuidade propagandeada”.

Segundo o denunciante, uma propaganda foi coloca no condomínio, informando que ele estaria no Bloco 16 para realizar exame médico. De acordo com ele, o atendimento foi registrado nas redes sociais mostrando aglomeração de pessoas.

A Coligação Prontos pra Campinas, encabeçada por Dário Saadi, informou, em nota, que não recebeu nenhuma notificação da Justiça Eleitoral relacionada à atividade médica do candidato. O atendimento médico gratuito aos hipossuficientes, afirma, “é realizado pelo Dr. Dário Saadi há duas décadas, sendo de amplo conhecimento da comunidade local beneficiada”. A coligação afirma que “tem absoluta tranquilidade quanto aos fatos, bem como informa não haver qualquer conduta ilegal ou vedada pela legislação eleitoral”.

Escrito por:

Maria Teresa Costa