Publicado 06 de Outubro de 2020 - 10h40

Por Da Agência Anhanguera

Ocupação de UTIs fica abaixo da média estadual

Leandro Ferreira/AAN

Ocupação de UTIs fica abaixo da média estadual

A taxa de ocupação de leitos de UTI com pacientes graves de Covid-19 na região de saúde de Campinas caiu para abaixo de 40% e ficou abaixo da média do Estado, de 43,3% e da Região Metropolitana de São Paulo, de 41,9%. Os 42 municípios da região chegaram a uma taxa de 39,9%, menor desde o início da pandemia. Os registros de novos infectados pelo coronanívus tiveram queda de 33% nos últimos sete dias e as mortes, de 33,1%.

A região soma 106.063 casos e as mortes, 3.330. O secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, disse ontem que a pandemia no Estado segue em ritmo de queda nos indicadores, mas que a pandemia ainda está no meio do caminho. "Não podemos relaxar as medidas de proteção, as regras sanitárias", afirmou.

O secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, disse que na próxima sexta-feira, o Centro de Contingência da Covid-19 definirá a melhor estratégia a ser adotada para dar segurança e avanço nos indicadores. "Hoje temos melhora significativa nos indicadores e esta semana os novos dados serão analisados para definir a reclassificação das regiões no Plano SP", afirmou. A reclassificação ocorrerá na sexta-feira e a região de Campinas deverá avançar para a fase verde.

O prefeito Jonas Donizette (PSB) disse ontem que se isso ocorrer, sairá uma edição extra do Diário Oficial no sábado, com as regras para o funcionamento das atividades dentro da nova fase, com validade no mesmo dia.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera