Publicado 08 de Outubro de 2020 - 13h33

Por AFP

O cantor e compositor Mohammad Réza Shajarian, um monstro sagrado da música tradicional iraniana, morreu nesta quinta-feira (8) aos 80 anos, anunciou seu filho Homayun Shajarian no Instagram.

Imediatamente após o anúncio da morte de "Ostad" ("Maestro" em persa), centenas de admiradores se reuniram em frente ao hospital Jam de Teerã, onde o cantor foi internado dias atrás em estado crítico, constaram jornalistas da AFP no local.

O artista sofria de câncer há vários anos. Mohammad Réza Shajarian "voou para encontrar seu amado (Deus)", escreveu seu filho.

Em um comunicado, o hospital informou que ele morreu "apesar dos esforços da equipe médica" e que seu corpo foi levado para o sepultamento.

A televisão oficial, na qual o cantor estava proibido há vários anos, abriu seu jornal noturno com o anúncio do falecimento.

A imprensa iraniana informou que seu funeral ocorreria em Mashad, cidade santa xiita no nordeste do Irã, de onde ele veio.

Além de cantor, instrumentista e compositor comprometido, Mohamad Reza Shajarian representou a música tradicional e clássica iraniana mais do que ninguém por meio século, no Irã mas também no exterior.

Ele mantinha, no entanto, relações complicadas com as autoridades de Teerã ao longo de sua longa carreira, primeiro sob o reinado de Sha e depois com a República Islâmica.

ap-amh-mj/tp/age/mb/aa

Escrito por:

AFP