Publicado 08 de Outubro de 2020 - 11h53

Por AFP

A Marinha senegalesa interceptou 186 migrantes, entre eles mulheres e crianças, que tentavam chegar à Espanha a bordo de duas embarcações, anunciou nesta quinta-feira (8) a Direção das Relações Públicas das Forças Armadas (Dirpa).

A operação ocorreu na madrugada de quarta-feira por uma lancha-patrulha próxima a M"bour, no sudeste de Dacar, informou a Dirpa em nota.

Uma lancha da Guarda Civil espanhola também participou da operação, "através do dispositivo Frontex" (agência europeia de controle de fronteiras).

A primeira embarcação transportava 56 pessoas, "todas de nacionalidade senegalesa", disse a Dirpa. A segunda levava 130, algumas das quais vinham da Gâmbia.

O trajeto migratório das ilhas Canárias, arquipélago espanhol no Atlântico, tornou-se muito ativo há um ano, na medida em que os controles no mar Mediterrâneo são reforçados.

As chegadas nas Canárias alcançaram em setembro um nível não visto desde 2008, apesar dos perigos do trajeto. Entre 1o de janeiro e 17 de setembro, 251 pessoas morreram tentando esta viagem, enquanto 210 morreram em todo 2019, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), órgão da ONU.

sst/lal/cld/age/mb/aa

Escrito por:

AFP