Publicado 08 de Outubro de 2020 - 9h54

Por AFP

A aviação militar continua mobilizada na Rússia nesta quinta-feira para tentar apagar um grande incêndio que eclodiu no dia anterior e continua devastando um depósito de munições na região de Ryazan, a sudeste de Moscou.

No total, mais de 650 militares, quatro aeronaves Il-76 e três helicópteros Mi-8 participam da operação, disse o ministério da Defesa russo em um comunicado em seu site oficial.

Três aeronaves militares Il-76 despejaram 126 toneladas de água no epicentro do incêndio, disse uma fonte do ministério da Defesa, citada pela agência de notícias Intefax.

Os aviões voltaram a um aeródromo em Ryazan para buscar água e fazer um novo voo, segundo a fonte.

Na tarde de quarta-feira, um incêndio florestal começou em torno do perímetro de um depósito de munições na região de Ryazan, 200 km a sudeste de Moscou.

O fogo se espalhou para os armazéns, fazendo com que o material armazenado explodisse.

Mais de 2.300 pessoas de uma dúzia de vilarejos em um raio de 5 km do incêndio foram evacuadas, de acordo com o ministério de Situações de Emergência.

Segundo o ministério da Saúde, cinco pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas.

vvl/rco/ia/pc/es/mr

Escrito por:

AFP