Publicado 08 de Outubro de 2020 - 6h24

Por AFP

A companhia aérea britânica EasyJet anunciou nesta quinta-feira que projeta um prejuízo antes de impostos de entre 815 e 845 milhões de libras (entre 1,055 e 1,093 bilhão de dólares) para o exercício 2019-2020, que termina em setembro, uma consequência da forte queda do tráfego aéreo provocada pela pandemia.

O número de passageiros transportados registrou queda de 50%, a 48 milhões, durante o ano fiscal.

A empresa, fundada em 1995, sofreu especialmente com a interrupção de voos no início do ano devido ao confinamento e as restrições de viagem na Europa.

jbo/lth/pc/fp

EASYJET

Escrito por:

AFP