Publicado 06 de Outubro de 2020 - 23h43

Por AFP

O meia alemão Mesut Ozil, do Arsenal, se ofereceu para pagar o salário do intérprete do "Gunnersaurus", o mascote do time inglês por mais de 20 anos, que foi demitido pelo clube na segunda-feira, seguindo um drástico plano de austeridade financeira.

Jerry Quy, o torcedor que vestia a fantasia do dinossauro desde 1993, perdeu o emprego porque os jogos da equipe de Londres estão sendo realizados sem público em decorrência das medidas de prevenção ao novo coronavírus.

"Fiquei muito triste ao ver que Jerry Quy, nosso famoso e leal mascote @Gunnersaurus, parte integrante do nosso clube, foi demitido depois de 27 anos", escreveu Ozil no Twitter nesta terça-feira.

"Eu me ofereço para reembolsar @Arsenal o salário integral do nosso grande homem verde enquanto eu for um jogador do Arsenal ...".

Uma campanha criada no site de arrecadação de fundos GoFundMe, intitulada "Save Gunnersaurus" ("Salvem o Gunnersaurus), já arrecadou mais de 10 mil libras, cerca de 13 mil dólares para Quy.

"O Gunnersaurus é o mascote do Arsenal há 27 anos. É um ícone do clube e não podemos deixá-lo ir", indica o texto de apresentação da campanha.

Um dos maiores ídolos da história do time inglês, Ian Wright (1991-1998; 185 gols pelo Arsenal) entrou na campanha ao escrever no Twitter: "Notícia terrível. Eu te amo Jerry."

O atual vencedor da Copa da Inglaterra (FA Cup) anunciou em agosto a intenção de cortar 55 empregos devido às perdas financeiras causadas pela pandemia do coronavírus.

jw/kca/mcd/lca

Escrito por:

AFP