Publicado 05 de Outubro de 2020 - 18h14

Por AFP

O armador esloveno Goran Dragic e o pivô Bam Adebayo disseram nesta segunda-feira (5) que não sabem se conseguirão se recuperar das lesões a tempo de estar em quadra com o Miami Heat para o jogo 4 das finais da NBA, na terça-feira, contra o Los Angeles Lakers.

"Não sei agora (...) Estou melhorando, mas vai depender da equipe médica", declarou Adebayo em videoconferência.

"Estou tentando voltar o mais rápido possível, mas é necessário ter certeza de que estou bem e pronto para jogar", declarou.

"Agora é um dia de cada vez", acrescentou o jogador.

No primeiro jogo das finais, o Heat teve as baixas de Adebayo, com uma distensão no pescoço, e de Dragic, com uma ruptura na fáscia plantar esquerda, o que comprometeu seriamente a atuação da equipe diante dos Lakers.

"Estou fazendo tudo o que posso. Me sinto melhor do que quando aconteceu, mas veremos. Não tenho uma programação de volta ainda", disse Dragic, que reconheceu que as chances de voltar na terça-feira é "baixa".

"O que estou sentindo agora provavelmente é leve. Mas isso pode mudar de um dia para o outro", declarou o esloveno em tom desanimado, sem saber se conseguirá voltar em algum momento da série.

"Para ser honesto, não sei porque esta lesão progride de forma diferente em jogadores diferentes", acrescentou.

Liderado pelo ala Jimmy Butler (40 pontos), o Heat alcançou sua primeira vitória contra os Lakers no domingo, diminuindo o placar da série para 2 a 1.

Dragic, de 34 anos, foi o maior pontuador do Heat na primeira rodada dos playoffs contra o Indiana Pacers, com 22,8 pontos em média e Adebayo foi o cestinha da final da conferência Leste contra o Boston Celtics, com 21,8 pontos, em média.

gbv/gfe/lca/mvv

Escrito por:

AFP