Publicado 05 de Outubro de 2020 - 14h33

Por AFP

Um cemitério judeu perto de Atenas foi profanado nesta segunda-feira com inscrições nazistas, na véspera do veredicto de um julgamento de assassinato envolvendo o partido grego neonazista Aurora Dourada, denunciou o Conselho israelita da Grécia em um comunicado.

"Juden Raus", frase usada pelos nazistas e que significa "Judeus fora" em alemão, apareceu em tinta preta na cerca do cemitério da cidade de Níkea. Junto com esta frase estava um símbolo semelhante à suástica, usado pela formação Aurora Dourada, de acordo com a foto publicada pelo Conselho israelita.

"O nazismo não tem lugar na nossa democracia, pois incita a sua destruição e a violação total dos direitos humanos", acrescentou o Conselho.

O governo grego denunciou "este ato de vandalismo".

"O nazismo, o antissemitismo e seus adeptos não têm lugar na Grécia e não serão tolerados", disse Stelios Petsas, porta-voz do governo, citado em um comunicado.

O tribunal criminal de Atenas anunciará na quarta-feira, após um julgamento histórico de cinco anos e meio, um veredicto crucial envolvendo a liderança e membros do partido neonazista Aurora Dourada, acusados de "organização criminosa" e assassinato de um rapper anti-fascista há sete anos.

A comoção no país causada pelo assassinato de Pavlos Fyssas, em setembro de 2013, por um membro do Aurora Dourada, obrigou as autoridades a prender e levar à justiça os líderes e numerosos membros do partido.

Até agora, essa formação negacionista, acusada de atos de violência contra migrantes, homossexuais e militantes de esquerda, tem desfrutado da impunidade.

hec/lpt/bc/mb/mr

Escrito por:

AFP