Publicado 11 de Setembro de 2020 - 19h05

Um lixão irregular na estrada Martins Osvaldo Sander, que liga os bairros Jardim Paulista e Campos Dourados e também a Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença, a SP 101, em Monte Mor, tem até tampa de caixão, roupas de defuntos e flores. A via se transformou em lixão a céu aberto, inclusive com descartes de terra de cemitério. A denúncia foi feita na manhã desta quinta-feira por um grupo de pessoas, inclusive um candidato a vereador, nas redes sociais. A reportagem esteve no local e confirmou o depósito irregular. O medo dos moradores, além da contaminação, é de que a via seja fechada definitivamente. A Prefeitura descarta o fechamento e garante que não foi autoriza descartes.

Usada pelos moradores do Jardim Paulista, ela encurta um trajeto de cerca de 2,5 km até a SP-101. Além disso, a estrada também é usada por moradores que trabalham em empresas nas imediações.

De acordo com moradores, que não sabem quando começou a formação do depósito, a via era rebaixada em comparação a uma outra estrada pavimentada que fica ao lado. O monte de entulhos e lixos de vários tipo, segundo eles, já atinge uma altura de cerca de três metros. “Fazia um ano que eu não passava pelo local. Moro no Jardim Paulista, mas em outra parte e uso outro acesso. Quando vi nas redes sociais o lixão, não imaginava que era nesta via. Fiquei admirado da falta de respeito”, disse o vigilante Eronildo Zacaria da Silva, de 42 anos.

Além de lixo doméstico, terra e madeira, no local há bichos mortos, ossadas, roupas, flores, tampas de caixão entre outros objetos. De acordo com moradores um homem teria dito que coletava alguns materiais recicláveis no local e que encontrou até material de cemitério por lá.

Segundo a Prefeitura, há dois meses a estrada foi fechada para ser feito o aterramento para uma futura pavimentação. Entretanto, já havia descarte irregular. O órgão ainda informou que não só nesta via está acontecendo descarte, mas em outras na cidade e que o caso será apurado.

“Todas informações que possam chegar, sobre as pessoas que descartaram de forma irregular, são importantes. A Guarda vai intensificar a patrulha neste local”, frisou a assessoria de imprensa da Prefeitura. (AR/AAN)