Publicado 25 de Setembro de 2020 - 14h26

Por Gustavo Magnusson/AAN

Zé Roberto foi contratado pela Ponte Preta no início de agosto e deixa o Majestoso no final de setembro: atacante tem um gol em três passagens pelo clube, todas elas curtas

Ponte Press

Zé Roberto foi contratado pela Ponte Preta no início de agosto e deixa o Majestoso no final de setembro: atacante tem um gol em três passagens pelo clube, todas elas curtas

Pouco menos de dois meses após ser contratado pela Ponte Preta, o atacante Zé Roberto está de saída do Moisés Lucarelli. O jogador de 27 anos, que estava emprestado pelo Mirassol até o fim da temporada, foi vendido ao Atlético-GO para a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro. Com isso, a Macaca será ressarcida do valor referente aos salários e direitos de imagem do centroavante durante o curto período em que ele ficou no Majestoso.

No Atlético-GO, Zé Roberto será peça de reposição do atacante Renato Kayzer, que nesta semana deixou o clube goiano e acertou com o Athletico-PR. O Dragão adquiriu 60% dos direitos econômicos de Zé Roberto, que firmou contrato de três anos. Curiosamente, o atleta já defendeu a equipe goiana no início deste ano antes de se transferir para o futebol dos Emirados Árabes Unidos.

Diante do cenário de pandemia do novo coronavírus, Zé Roberto retornou em julho ao Brasil para disputar a reta final do Campeonato Paulista pelo Mirassol, terminando como herói da vitória por 3 a 2 sobre o São Paulo, no Morumbi, onde marcou dois gols e levou a equipe à semifinal da competição estadual pela primeira vez na história. No dia 5 de agosto, ele foi anunciado pela Ponte .

Zé Roberto deixa a Macaca com apenas um gol marcado em 9 jogos disputados, sendo 6 pela Série B e três pela Copa do Brasil. Ele só balançou as redes na vitória por 2 a 0 sobre o Afogados da Ingazeira, em Pernambuco, há um mês.

Nos últimos dias, ele vinha voltando a ser utilizado pelo técnico João Brigatti após se recuperar da infecção por covid-19, que contraiu às vésperas da vitória sobre o Sampaio Corrêa, em São Luís, no fim de agosto. Na ocasião, ele precisou permanecer por 10 dias na capital maranhense cumprindo quarentena. Enquanto se recuperava fisicamente, acabou perdendo espaço no elenco.

Esta foi a terceira passagem de Zé Roberto pela Ponte Preta, todas elas relâmpago, sendo que nas outras duas, em 2016 e 2017, ele saiu sem marcar nenhum gol. Já sem Zé Roberto no elenco, a Ponte se reapresentou ontem visando à sequência da Série B. Ainda com a cabeça inchada após a eliminação sofrida na Copa do Brasil para o América-MG, a Macaca se prepara agora para enfrentar o Confiança no domingo, às 20h30, em Campinas.

Escrito por:

Gustavo Magnusson/AAN