Publicado 24 de Setembro de 2020 - 11h44

Por Carlos Rodrigues/AAN

O Guarani tenta inscrever Daltro a tempo de utilizá-lo no jogo de sábado

David Oliveira / Guarani FC

O Guarani tenta inscrever Daltro a tempo de utilizá-lo no jogo de sábado

O Guarani anunciou ontem o acerto com o lateral-esquerdo Erick Daltro, que chega por empréstimo do Náutico. Com contrato até o término da Série B, o jogador já se juntou aos novos companheiros e agora aguarda a regularização para ficar à disposição do técnico Ricardo Catalá. Caso tenha seu nome publicado no Boletim Informativo Diário, tem boas chances de já ser relacionado para a partida contra o Figueirense, no sábado. Embora não tenha sido aproveitado nas últimas partidas do Timbu, o atleta vem em ritmo de jogo e treinamento.

Erick chega para ser a opção do setor buscada pelo departamento de futebol desde a saída de Thallyson, durante a paralisação do futebol. Como o prata da casa Eliel não convenceu nos treinos, o Bugre buscava alguém para ser sombra a Bidu, que tem sido titular, mas não vive boa fase técnica. O clube chegou a ter acerto com Abner Felipe, que viria do Athletico, mas o jogador acabou aceitando uma proposta do futebol português.

Com a chegada de Erick, o Guarani soma sete contratações desde o início da Série B — os outros foram os goleiros Rafael Pin e Gabriel Mesquita, os meias Alan e Murilo Rangel e os atacantes Bruno Paulo e João Paulo. A princípio, o elenco está fechado para a sequência do Brasileiro, mas o departamento de futebol não descarta novas investidas caso o time não consiga reagir e deixar as últimas posições.

Para o jogo do sábado em Florianópolis, o técnico Ricardo Catalá segue aguardando para saber se poderá contar com o meia Lucas Crispim e o atacante Júnior Todinho. A dupla fez novamente trabalhos no gramado ontem, mas seguem como dúvidas e a participação na atividade de hoje será determinante para definir se eles poderão atuar. Crispim comentou sobre o tratamento na coxa. "Estou bem, me recuperando e fazendo trabalhos no campo para que possa estar à disposição".

Um dos remanescentes do elenco do ano passado, que lutou contra o rebaixamento, o meia falou que a experiência vivida no ano passado serve de lição e alerta diante da campanha ruim realizada até o momento. "Serve de lição sim, até para nos motivar. Era uma situação mais difícil e conseguimos nos recuperar". 

Escrito por:

Carlos Rodrigues/AAN