Publicado 23 de Setembro de 2020 - 14h06

Por Carlos Rodrigues/AAN

Ricardo Catalá

Cedoc / RAC

Ricardo Catalá

O departamento de futebol do Guarani já manifestou publicamente a intenção de trazer mais um lateral-esquerdo para compor o elenco comandado por Ricardo Catalá e essa peça deve vir do Recife. O Bugre tem negociações avançadas para a chegada de Erick Daltro, que pertence ao Náutico. A diretoria já procurou o clube pernambucano e a ideia é um empréstimo até o término da Série B do Brasileiro.

Apesar de ter contrato com o atleta até 2021, o Timbu não pretende oferecer resistência na negociação, já que o defensor tem sido pouco aproveitado pelo técnico Gilson Kleina.

Erick Daltro tem 27 anos, começou no futebol do Rio de Janeiro e acumula passagens por vários clubes, entre eles o Vasco. O lateral chegou ao Náutico no ano passado, fez parte do elenco campeão da Série C e renovou por duas temporadas, mesmo sendo reserva de Willian Simões. Em 2020, o jogador recebeu algumas oportunidades, mas em momento algum conquistou a titularidade. No ano, soma 15 atuações, sendo nove desde o início das partidas. Nos últimos jogos não tem sido relacionado por opção e também por conta da possibilidade de transferência.

A chegada de um lateral-esquerdo para ser sombra a Bidu é considerada prioridade no Guarani. Com a saída de Thallyson durante a paralisação do futebol pela pandemia, a ideia era aproveitar o jovem Eliel como reserva imediato, mas o atleta revelado no clube sofreu com problemas físicos e também não convenceu nos treinamentos. Depois, o Bugre chegou a ter tudo certo com Abner Felipe, do Athletico, mas acabou sendo preterido após uma proposta do futebol português. Agora, a expectativa é de um desfecho positivo.

Enquanto isso, o grupo segue trabalhando em preparação para a partida contra o Figueirense, em Florianópolis. Em relação ao departamento médico, os meias Arthur Rezende e Giovanny foram liberados, participaram do treinamento ontem e estão à disposição. Já o meia Lucas Crispim e o atacante Júnior Todinho fizeram um trabalho à parte e ainda são dúvidas para o jogo. (Carlos Rodrigues/AAN)

Escrito por:

Carlos Rodrigues/AAN