Publicado 24 de Setembro de 2020 - 12h16

Por Agência Anhanguera de Notícias

Aquiles Reis gravou o CD à capella e é autor do livro, ambos inéditos

Divulgação

Aquiles Reis gravou o CD à capella e é autor do livro, ambos inéditos

Dividido em nove capítulos, o projeto Toda Canção É de Ninar, de Aquiles Rique Reis, vocalista do MPB4, conta com músicas gravadas a capella por ele num CD independente, e inclui contos de Os ‘pensos’ de José Maria Lindoia, o Zé Junior, livro infanto-juvenil de sua autoria. Tanto o CD como o livro são inéditos. O projeto exibe seu primeiro capítulo hoje (24), às 17h, nos canais do Youbube e Facebook, a partir das 17h. “No vídeo lerei um dos contos de Os ‘pensos’ de Zé Maria Lindoia e cantarei uma das músicas do CD Toda Canção É de Ninar, adianta Aquiles. Ele explica que após a estreia vai considerar apresentar os demais capítulos numa periodicidade quinzenal ou mensal. Aquiles diz que as canções e o texto do livro estão com ele e agora está buscando uma editora que se interesse em publicar o material.

“Os ‘pensos’ de Zé Junior relatam o dia a dia de um garoto que só dorme quando o pai, Senhor Lindoia, canta para ele dormir. É que o sr. Lindoia só canta as canções que ele aprendeu, faz tempo, e que sempre gostou de cantar, para embalar o sono do filho. Ele canta baixinho, quase sussurrando, numa levada lenta, sem o ritmo original da música... pode ser baião, samba... qualquer coisa. Além de revelar seus ‘pensos’, o guri está sempre lembrando o que seu pai vive dizendo: “Toda canção é de ninar, meu filho, aprenda isso””, conta Aquiles.

Segundo o autor, é assim, em meio a revelações pueris e sagazes, que Zé Junior descreve suas aventuras e nomeia a música que o pai cantará a cada capítulo.

Aquiles informa ainda que durante esta primeira apresentação de Toda Canção É de Ninar e Os ‘pensos’ de José Maria Lindoia, o Zé Junior, e em todos os capítulos seguintes, texto e música estarão presentes no mesmo contexto, mas cada um em seu devido lugar.

Durante a transmissão, haverá na tela um QR Code e um link que levará ao site PagSeguro. “Eu peço que, a cada capítulo, avaliem o meu trabalho solo e contribuam solidariamente com a quantia que puderem”, coloca. “Guardado comigo há mais de 15 anos, lanço agora esse projeto que é fruto da arte e da cultura que aprendi a criar e a valorizar com o MPB4”, aponta. Aquiles Reis é vocalista do MPB4 há 55 anos, desde a criação do grupo. E cita a expressão gaúcha: “Não está morto quem peleia”. Disponível nos sites: https://m.facebook.com/mpb4oficial/ ou https://www.youtube.com/c/mpb4oficial. (AAN)

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias