Publicado 12 de Setembro de 2020 - 10h31

Por Maria Teresa Costa

O vereador André Von Zubem foi o escolhido pelo Cidadania como candidato a prefeito de Campinas

Cedoc/RAC

O vereador André Von Zubem foi o escolhido pelo Cidadania como candidato a prefeito de Campinas

Doze partidos políticos de Campinas realizam convenções neste final de semana para definir os nomes que irão disputar as eleições municipais de novembro. PP, PSC, PDT, MDB, DEM, Patriota e PROS fazem convenção hoje, e Republicanos, PSB, PT, PMN e PL, amanhã. Cinco dessas legendas já decidiram que não terão chapa majoritária na disputa eleitoral, e farão coligações.

O prazo para os partidos definirem seus candidatos a prefeito, vice e vereador termina dia 16, e as legendas terão até o dia 26 para entrar com pedido de registro das candidaturas. O PCdoB, que fez convenção dia 2 e definiu a historiadora e urbanista Alessandra Ribeiro para prefeita, mas deixou aberta a possibilidade de coligação para a escolha do vice, já entrou com pedido de registro de 38 candidatos a vereador.

Quatro partidos já definiram seus candidatos a prefeito e vice e vereador. O Cidadania escolheu o vereador André Von Zuben para prefeito e terá como vice a jornalista Valeria Monteiro (Rede). O Partido Verde vai de chapa pura, com o ex-secretário do Verde, Rogério Menezes, candidato a prefeito e Adalberto Maluf, vice. O PCdoB definiu Alessandra Ribeiro a prefeita.

O Solidariedade e o Avante aprovaram em convenção coligação com a chapa de Rafa Zilmbaldi (PL) e o PSOL será vice na chapa do PT, com Edilene Santana. O Novo decidiu que não terá candidatos a prefeito e vice e nem fará alianças. Vai disputar apenas a Câmara Municipal, com 16 candidatos. Já o Podemos aprovou na noite de quinta-feira a coligação com o PL de Rafa Zimbaldi e indicou o vereador Campos Filho para ser seu vice (o PL tem ainda que aprovar essa indicação).

A maratona de convenções hoje vai homologar coligação do PP, PSC e PROS a chapa de Zimbaldi (que ainda não definiu vice). Ontem o Podemos fez convenção e também definiu coligação com o PL. O PDT também faz convenção hoje, mas vai indefinido tanto para prefeito quanto vice. Três nomes serão apresentados para a escolha do diretório: o ex-prefeito Helio de Oliveira Santos, o advogado Flamínio Maurício (vice-presidente do PDT) e Surya Guimaraes. O partido deve lançar 50 candidatos a vereador.

O MDB e o DEM irão referendar hoje coligação com a chapa majoritária Dario Saadi (Repub) /Wanderlei Almeida (PSB). Na terça-feira, o PSL, que enfrenta uma batalha jurídica com a executiva estadual, homologou coligação nessa chapa. O Patriota terá o empresário Wilson Matos candidato a prefeito e Márcia Padovani a vice.

Amanhã outros cinco partidos definem candidaturas. O Republicanos faz convenção para homologar o nome do ex-secretário de Esportes Dario Saadi a prefeito e aprovar a coligação com o PSB, que também faz convenção para definir Wanderlei de Almeida vice nessa chapa.

O PT vai aprovar o vereador Pedro Tourinho a prefeito e a coligação com o PSOL, para vice, e o PL definirá o deputado estadual Rafa Zimbaldi prefeito e aprovará as coligações com o PROS, PSC, Avante, Podemos, Solidariedade e PP. Já o PMN vai de Ahmed Tarique prefeito e Priscila Duarte vice.

O PSDB havia marcado convenção para este final de semana, mas adiou para quarta-feira, porque ainda discute com quem fará coligação para a disputa em novembro. O partido está indefinido se fecha com Rafa Zimbaldi ou com Dario Saadi.

Escrito por:

Maria Teresa Costa