Publicado 21 de Setembro de 2020 - 16h04

Por Estadão Conteúdo

O Banco Central da China, conhecido como PBoC, informou nesta terça-feira que injetou 600 bilhões de yuans (US$ 88 bilhões) no sistema bancário do país por meio de sua linha de crédito de médio prazo. Os recursos vencem em um ano e foram repassados a uma taxa de juros de 2,95%, as mesmas condições da operação anterior. A última vez em que o PBoC reduziu o juro dessa linha de crédito foi em abril passado, quando a taxa caiu de 3,15% a 2,95%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Escrito por:

Estadão Conteúdo