Publicado 14 de Setembro de 2020 - 14h21

Por AFP

O mundo está perigosamente despreparado para a próxima pandemia, com potencial para ser ainda mais devastadora do que a covid-19, que deixou mais de 920.000 mortos - alertou um painel internacional nesta segunda-feira (14).

"A pandemia da covid-19 está testando a preparação em todo mundo", destacou o Conselho de Supervisão da Preparação Global (GPMB, sigla em inglês), um órgão independente lançado em 2018 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Banco Mundial, que reconhece em seu último relatório anual que suas recomendações foram ignoradas.

"Se as lições da covid-19 não forem aprendidas, ou se os meios e compromissos necessários não forem postos em prática, a próxima pandemia - que é uma certeza - será ainda mais devastadora", alerta o Conselho.

"O impacto da covid-19 é ainda pior do que havíamos previsto, e as medidas que recomendamos no ano passado ainda não foram tomadas", lamentou o copresidente deste Conselho e ex-diretor-geral da OMS, Gro Harlem Brundtland.

Do ponto de vista do custo econômico, o cálculo é simples.

"Levará 500 anos para gastar em prevenção o dinheiro que o mundo está perdendo, devido à covid-19", afirma.

"O retorno do investimento na preparação para uma pandemia é imenso", frisou.

O relatório pede mais uma vez aos líderes políticos que assumam suas responsabilidades, aumentem a cooperação e planejem o financiamento para a preparação para a próxima pandemia de longo prazo.

Além disso, sugere convocar uma cúpula internacional promovida por ONU, OMS, Banco Mundial e outras instituições financeiras internacionais para se discutir um marco global de preparação para emergências e como responder a elas.

Segundo Brundtland, "o financiamento previsível e perene no nível exigido" deve ser um dos pilares desse sistema.

nl/vog/mis/pc/tt

Escrito por:

AFP