Publicado 14 de Setembro de 2020 - 9h42

Por AFP

O presidente francês, Emmanuel Macron, convocou seu homólogo russo, Vladimir Putin, nesta segunda-feira (14), que "esclareça, sem demora", a "tentativa de assassinato" sofrida pelo oponente russo Alexei Navalny - informou a Presidência francesa em um comunicado.

Em uma conversa com Putin pela manhã, Macron "expressou sua profunda preocupação com o ato criminoso" cometido contra Navalny e "enfatizou a necessidade de esclarecê-lo sem demora", acrescentou a nota do Palácio Eliseu.

O presidente francês acrescentou que a França, com base em suas próprias análises, "compartilhou as conclusões de seus sócios europeus" de que o adversário de Putin foi vítima de "envenenamento com a ajuda de um neurotóxico [do grupo] Novichok".

meb/pc/tt

Escrito por:

AFP