Publicado 14 de Setembro de 2020 - 9h21

Por AFP

O papa Francisco, de 83 anos, é "constantemente monitorado" a nível médico, afirmou o secretário de Estado Pietro Parolin, seu braço direito, para tranquilizar a opinião pública depois de um encontro entre o pontífice e um cardeal que testou positivo para o novo coronavírus.

O cardeal filipino Luis Antonio Tagle foi diagnosticado com a covid-19 quando chegou a Manila em 10 de setembro. O religioso, de 63 anos, teve uma audiência privada com o pontífice em 29 de agosto.

De acordo com a agência italiana Ansa, o cardeal Parolin expressou preocupação com o estado de saúde do cardeal filipino, que faz parte da Cúria Romana (governo da Igreja) e que retornou a seu país para o aniversário de sua mãe". "Esperamos que não seja nada", disse.

"O papa é constantemente monitorado", repetiu, para tranquilizar os fiéis sobre o estado de saúde do pontífice.

O pontífice se reúne sem máscara com os interlocutores, que o visitam no palácio episcopal.

A Santa Sé já havia confirmado que Francisco foi submetido a vários exames de diagnóstico do coronavírus, depois que um religioso que vive na mesma residência testou positivo em março.

cm/ljm/es/es/zm/fp

Escrito por:

AFP