Publicado 13 de Setembro de 2020 - 13h31

Por AFP

O líder de um partido ultraortodoxo israelense e um dos principais aliados do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu renunciou neste domingo (13) ao cargo de ministro em protesto contra o plano de confinamento geral para conter a pandemia de covid-19.

Yaacov Litzman, que era ministro da Saúde no início da pandemia, antes de ser transferido para o ministério de Habitação, acusou o governo de tentar impor um novo confinamento a partir das festas de Ano Novo Judeu quando as medidas "necessárias" poderiam, segundo ele, ter sido adotada antes.

O médico chefe de governo, Ronni Gamzu, propôs um confinamento geral para as festas de Rosh Hashana (Ano Novo, a partir da sexta-feira), seguido uma semana depois pelo Yom Kippur.

"Centenas de milhares de judeus de todas as localidades e áreas não poderão orar em suas sinagogas durante as festas do Ano Novo Judeu", lamentou Litzman em sua carta de renúncia.

"Esta decisão de impor um fechamento total não permitirá às sinagogas funcionar nos dias festivos (...) contrariando expressamente o que havia sido acordado", completou Litzman.

Desde o começo da pandemia, Israel já fechou escolas e o comércio não essencial, determinou a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais públicos e proibiu os cidadãos de saírem de casa.

Os primeiros focos de contágio foram identificados em regiões ou cidades ultraortodoxas, onde as medidas de distanciamento social não foram respeitadas por completo.

Isto colocou Litzman em uma situação embaraçosa, já que era o líder do Partido Unificado Judeu da Torá e ministro da Saúde.

Netanyahu disse que "realmente lamentava" a decisão de Litzman de abandonar o governo para voltar a ocupar seu assento de deputado, mas adiantou que seu governo deve "tomar as decisões necessárias para Israel em tempos de coronavírus".

Ante o aumento exponencial das contaminações - Israel registrou 4.038 novos casos na quinta-feira, um número recorde -, o governo deve fazer um pronunciamento sobre o projeto de confinamento nacional.

alv-gl/on/mis/eg/gf

Escrito por:

AFP