Publicado 12 de Setembro de 2020 - 15h11

Por AFP

A tenista americana Serena Williams anunciou neste sábado que não participará do torneio de Roma devido a um problema no tendão de Aquiles do pé esquerdo, que sofreu nas semifinais do US Open.

Williams, ainda em busca de um recorde de 24 títulos de Grand Slam, ficou de fora da decisão da competição nos Estados Unidos ao ser derrotada na quinta-feira pela a bielorrussa Victoria Azarenka em três sets intensos na quadra principal do complexo de tênis de Flushing Meadows, em Nova York.

Além da ex-número um do mundo e quatro vezes campeã em Roma, outras tenistas também optaram por não participar do torneio na capital italiana, que começa nesta segunda-feira, como a canadense Bianca Andreescu (vencedora do US Open em 2019) e a tcheca Petra Kvitova (duas vezes vencedora de Wimbledon) para se preparar melhor para Roland Garros, que começa em 27 de setembro.

"Infelizmente, tenho que me retirar do Internazionali BNL d"Italia" devido ao problema no tendão de Aquiles, explicou Williams, atual número 8 do ranking da WTA, agradecendo aos fãs pelo apoio em Roma.

"Espero estar de volta em breve", acrescentou a tenista, que completa 39 anos este mês.

No início do terceiro set contra o Azarenka, Williams começou a sentir dores no pé após defender no fundo da quadra um ataque da adversária.

A americana pediu atendimento médico e, após tratamento e reforço do curativo, voltou à quadra e encerrou o jogo.

"Não foi muito ... foi o meu tendão de Aquiles. Apenas esticado demais. Foi muito intenso. Foi isso", explicou mais tarde.

No início desta semana, a número um do mundo, a australiana Ashleigh Barty, também anunciou que não participaria dos torneios de Roma e Roland Garros devido aos riscos da pandemia de coronavírus e restrições de viagens.

js/gbv/cl/lca

Escrito por:

AFP