Publicado 25 de Setembro de 2020 - 6h52

Por AFP

O governo israelense anunciou nesta sexta-feira novas restrições nos voos internacionais, como parte das medidas que estão sendo adotadas para conter a pandemia do novo coronavírus.

Depois de dois dias de boatos, a ministra dos Transportes, Miri Regev, explicou nesta sexta-feira que o aeroporto internacional Ben Gurion de Tel Aviv permanecerá aberto, mas apenas serão autorizados a voar os passageiros que compraram uma passagem de avião para antes desta sexta-feira às 11H00 GMT (8H00 de Brasília) e que testaram negativo para o coronavírus em um exame de diagnóstico.

"As pessoas que compraram passagens para depois não poderão usá-las", afirmou, antes de explicar que os israelenses poderão retornar ao país sem limitações.

Israel registra um preocupante aumento de contágios por covid-19, que esta semana chegaram a quase 6.000 por dia. Desde o início da pandemia, mais de 1.200 pessoas morreram vítimas da doença no país.

gl/bfi/bl/mar/fp

Escrito por:

AFP